quinta-feira, 30 de junho de 2011

Eu.

Não tente me entender, isso pode ser muito difícil. Não tente me rotular, pois não sou e nem desejo ser propriedade de ninguém. Não tente descobrir meus segredos, pois você pode se assustar. Não queira saber minha história, que tenho muito a contar. Não tente duvidar de minha palavra, pois sei que você acreditará. Não queira passar um dia inteiro comigo que você vai se surpreender. Não queira ser meu inimigo, pois você pode não se dar muito bem. Não queira me ajudar em certos momentos, pois você pode se auto consumir junto. Não faça as coisas que faço, mas sim as coisas que digo a você. Não brigue comigo, essa pode ser a hora em que mais preciso do seu abraço. Posso ser ás vezes meio rudes, mas isso não significa que não tenho coração. Posso ser justa e injusta, mas isso não significa que julgo ou outros a todo instante. Posso não me apaixonar fácil e não querer pular totalmente de cabeça numa paixão, mas isso não significa que não serei sincera e que não estarei apaixonada quando eu te disser “Eu Te Amo".


2 comentários:

  1. Obrigada pelo elogio (:
    Sim, é de facto um bocado complicado esta incerteza.. visto que ela já me acompanha à um bom tempo s:

    ResponderExcluir